Enquadramento

Em linha com os objetivos das políticas externa, de cooperação e económica nacionais, e no quadro da sua atividade de gestão da participação acionista do Estado Português nas Instituições Financeiras Internacionais (IFI), o GPEARI desenvolve um conjunto de atividades conducentes ao aumento da visibilidade e influência nacional nestas instituições e também à promoção do aproveitamento de vantagens mútuas.

Neste contexto, procura fomentar o acesso das empresas e consultores nacionais às oportunidades de financiamento que estas instituições proporcionam (cuja oferta à escala global ultrapassa os 150 mil milhões EUR/ano), seja ao nível do Procurement (participação em concursos para o fornecimento de bens e serviços (incluindo consultoria), decorrentes de projetos de investimento público nos países em desenvolvimento financiados por aquelas instituições (apoio à exportação de bens e serviços), seja ao nível do Investimento (possibilidade de obtenção  de financiamento para investimento direto, incluindo o realizado por participadas ou filiais de empresas portuguesas (apoio ao investimento privado).

Uma outra linha de trabalho que o GPEARI tem vindo a desenvolver é a do reforço da cooperação técnica com as IFI numa lógica de fomentar parcerias de Portugal com os países beneficiários das regiões apoiadas pelas mesmas, em áreas de comprovada expertise nacional, seja do setor público, seja do setor privado. O racional destas intervenções será o de ajudar a internacionalizar o cluster de empresas que têm experiência nas áreas identificadas e, em especial, as soluções tecnológicas associadas, gerando não apenas oportunidades de procurement futuras, mas também de parcerias ao nível do investimento externo.

Para mais informação sobre os resultados do acesso das empresas e consultores nacionais às oportunidades de financiamento, que estas instituições proporcionam consultar o seguinte folheto FolhetoProcurInv-Dez2020.